Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

A ignorância

Tudo começa com uma tipa da casa dos segredos a demonstrar a sua burrice e os portugueses a encherem-se de ego por afinal até saberem alguma coisa... quer dizer, na verdade, esta coisa de se saber onde fica África ou América do Sul também é relativa - http://adoutaignorancia.blogs.sapo.pt/248312.html -, vale alguma coisa, mas convenhamos que a maior parte dos portugueses vai dar pouca utilidade a isso.

 

Nisto, já o Nilton tinha, há meses, uma série que procurava universitários a espalharem-se em algumas perguntas de cultura geral. Ontem, começou um novo vídeo viral da revista Sábado que fez algo com o mesmo propósito. Aqui fica:

 

 

A malta está chocada novamente, mas agora é mais grave: estes são os estudantes universitários que são a esperança deste país. Aconselho alguma calma sobre esta nova moda de se chocar ou parodiar com a ignorância dos outros.

 

Vamos por partes:

 

- O ensino universitário tende a ter uma média de alunos (em conhecimento/informação mais que em QI) inferiores com a sua democraticidade (e acrescento facilitismo, porque tem tanta ou mais importância) do que se restringisse a uma elite.

Em boa verdade, convenhamos também que, se calhar, adoptamos o ensino superior como via única quando devíamos ter mais algumas vias, levando alunos a entrar no ensino superior ao invés de optar por formação mais útil (embora este seja outro tema e nem tenha conhecimentos suficientes sobre o assunto);

 

- O principal ponto deste tipo de vídeo: é que isto também é muito fácil de se fazer. Já o tinha dito quando, no meu círculo de amigos, faziam notar a ignorância dos norte-americanos neste vídeo:

 

 

Esta série foi feita em outros países e acaba por ser fácil de fazer um vídeo parecido. Não é por acaso, é porque quem faz este géneros de vídeos parte com um propósito que é facilmente concretízável com edição de imagem. Uns cortes ali, outros aqui... e 'voilá'.

 

- Mesmo num grupo de pessoas com um nível cultural médio superior é possível concretizar este objectivo. Assim se fez no "Vai Tudo Abaixo" numa manifestação de professores:

 

 

Agora reparem que a revista sábado fez aquele teste (o do 1º vídeo) a 100 alunos e, não os contando, não me parece que mostraram sequer 50 deles. Mesmo a maior parte deles aparece numa ou outra questão (foi porque acertaram às outras ou apenas por cortes de edição?). A observação da cultura geral dos alunos em questão não está feita de uma forma em que se possa, de facto, avaliar com rigor. E, já agora, ninguém ficou a pensar na resposta a uma ou mesmo duas questões do vídeo?

 

Somos tão inteligentes quando estamos no sofá, não é?

 

Posto isto, há ali muitas situações com piada (destaco as respostas a "Quem escreveu 'O Envagelho Segundo Jesus Cristo'"... acho mesmo engraçadas do ponto de vista de entretenimento sem qualquer julgamento de sabedoria). O ponto que posso considerar mais preocupante (e esse, sim, é capaz de ser um espelho da sociedade portuguesa) é aquela desculpa "eu não ligo à política"... isto já é um problema de cidadania. Não por não saber quem é o presidente da Comissão Europeia, mas porque está ligada aquela ideia até popular que a política (que vai desde a local até à mundial) e isso é só para uns senhores com gravata que fazem uns impostos e chateiam o pessoal. A política sem participação dos cidadãos é pobre para quem acredita em ideiais democráticos.

 

Adenda: Nisto, surge já esta notícia que vem cimentar a ideia de que a reportagem tinha já um fim previamente definido - http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=34082

 

Adenda 2: algumas correcções após revisão (sem certezas que não precise de mais algumas).

 

P.S.: Tanto blog que sigo a nível nacional que mudou para a plataforma SAPO que sugeria-me ser uma boa plataforma para blogs. Os do blogspot ainda compreendo (com algumas reticências), mas do wordpress vir para aqui? Qual a vantagem mesmo dos Blogs Sapos? Ou sou eu que estou pouco adaptado ainda?

escrito por João Saro às 20:20
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Pedro a 21 de Novembro de 2011 às 10:14
A vantagem é que há alguém deste lado interessado e atento :)

Este post está em destaque nos nossos recortes.
De João Saro a 21 de Novembro de 2011 às 19:04
Upa, nem sabia que alguém do Sapo ia chegar a ver um blog a sair da incubadora, mas obrigado.

Mas já que tenho oportunidade de falar com alguém da plataforma, podiam melhorar coisas como a acessibilidade a ferramentas de edição (sou eu que sou nabo e não coloquei ou não têm uma barra superior de utilizador?), bem como outras ferramentas de backoffice.

Bom trabalho. ;)
De Pedro a 21 de Novembro de 2011 às 21:14
Sim, andamos por aqui, mas porque queremos (não há ninguém a obrigar-me a deixar comentários em blogs às 21h da noite) :)

Barra superior? Como assim?

E venham essas sugestões. Não digo que sejam novas, mas sempre ajudam-nos a definir prioridades.

(e em caso de dúvida ou sugestão, estamos sempre aqui: http://blogs.blogs.sapo.pt)
De João Saro a 21 de Novembro de 2011 às 21:23
Para fazer login, tem-se de ir por blogs.sapo.pt, não? Ter uma barra de ferramentas no topo da página é útil para novos posts e também links de edição apenas para os autores em cada post.
De Pedro a 21 de Novembro de 2011 às 21:58
Ah, como não temos isso, demorei a chegar lá.

Não, não temos barra. Preferimos mesmo não marcar presença na página do blog (tudo o que temos a dizer SAPO na coluna lateral é desativável).

Mas pode ter um atalho nos seus bookmarks, ou então na lista de links,para http://blogs.sapo.pt/update.bml?usejournal=efeitosifao (precisa de estar logado para abrir diretamente no editor)
De Cátia a 21 de Novembro de 2011 às 10:53
Um post em destaque, é bom! E é também sinal que deves continuar, não?
De João Saro a 21 de Novembro de 2011 às 19:06
Se comecei, a ideia era continuar... não tinha um particular interesse em saber como funciona um blog para o ter feito. :p

De resto, nem vale a pena pensar muito nisto... vai-se fazendo conforme der e logo se vê o resultado.
De Cátia a 21 de Novembro de 2011 às 21:02
(...) "continuar" no sentido de postar mais vezes, só isso.
De João Saro a 21 de Novembro de 2011 às 21:49
Já agora, havendo a possibilidade de isto atingir 4 ou 5 leitores por mês (tinha a meta de ter 6, mas temos de ter os pés bem assentes na terra), não tens nenhum problema em ter ali o link do teu "canto" no blogroll, pois não?

Suponho que não, sobretudo devido a serem pormenores sem a mínima importância (hã, olha aí a piada... estou a aprender contigo, ou não?), mas sendo dos mais pessoais ali na lista e como já soube de pessoas que criaram, mas não queriam expandir muito o círculo de leitores... se por acaso preferires ou achares que não é boa ideia, é só dizer. ;)
De Cátia a 21 de Novembro de 2011 às 22:01
Ó amigo, publicidade grátis, porque me haveria de importar?

Piada fraquita, vê-se mesmo que precisas de umas aulas :P

Comentar post

Mais sobre quem digo que sou

Pesquisar neste blog

Links

Posts recentes

AD.dicts

Os bustos

Adopção = Sexo

O Benfica joga no domingo

O balde de gelo

Buraco Negro

Médio Oriente: a solução!

"We need to talk about Is...

4th July - Made in...

Cenas épicas

Arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Escritório

Bloco de notas

subscrever feeds