Sábado, 14 de Setembro de 2013

It's not porn... it's HBO

tags:
escrito por João Saro às 17:37
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Setembro de 2013

Quando for grande...

... quero ser como o Nadal.

 

escrito por João Saro às 17:47
link do post | comentar | favorito

Buraco Negro




Paus - "Deixa-me Ser" (ao vivo SBSR 2011)
escrito por João Saro às 17:39
link do post | comentar | favorito

Quem sabe, sabe

Partes da entrevista a Aimar seleccionadas por Entre Dez:


Qual foi a sua melhor temporada no Benfica?
«Sempre adorei jogar com o Saviola. Os meus melhores momentos foram todos os que partilhei com ele entre 2009 e 2012».

Tem saudades de jogar com o Saviola?
«Sempre nos demos muito bem. Seria fantástico voltar a jogar com ele e depois retirávamo-nos juntos.

Dos muitos argentinos que têm passado em Portugal, Lucho Gonzalez será porventura o mais parecido consigo. É um jogador que admira?
«Tenho um carinho enorme por ele. Uma grande admiração, mesmo. É das melhores pessoas que conheci no mundo do futebol. Agradeço tudo o que vivemos no futebol. Nunca o vi como um rival».  

Há espaço no futebol moderno para o número dez puro? Um dez como Aimar?
«Tem de haver. O Barcelona joga com três números dez, no mínimo. Iniesta, Xavi e Messi são verdadeiros números dez, adaptados a funções diferentes. São jogadores que em qualquer outra equipa do mundo seriam um puro dez. Sabem, muito claramente, o que têm de fazer com e sem a bola. Inteligentíssimos».

Nos últimos anos apaixonou-se pelo futebol de alguma equipa?
«Sim, pelo Barcelona de Pep Guardiola. Sobretudo por ter demonstrado ao mundo o prazer que é possível ter com uma bola nos pés. Se tivermos a bola, o adversário não a tem. E não só por isso. Se perdem a posse, recuperam na perfeição a posição defensiva e recuperam a bola com facilidade. Além do Barcelona, tenho de elogiar o Borussia Dortmund. Seja como for, nos últimos anos todas as equipas ficaram muito longe desse Barcelona».

Os adeptos puristas do futebol querem mais equipas como esse Barcelona? Ou, se preferir, quem gosta de futebol gosta desse Barça?
«Eu creio que sim, mas todas as opiniões são válidas. Por um simples motivo: o futebol não é uma ciência exata e está aberto às mais variadas influências. Tudo é aceitável. Do meu ponto de vista, não há dúvidas: o Barcelona é a melhor equipa da última década».

Qual foi o treinador que melhor entendeu o futebol de Pablo Aimar?
«O melhor treinador que tive foi Marcelo Bielsa. Ramón Diaz, no River, até Jorge Jesus, no Benfica, também me aproveitaram bem e entenderam o meu futebol.

E no futebol atual, qual é o treinador que mais admira?
«Vejo o Bayern Munique a jogar e percebo que o Guardiola conseguiu impor muito rapidamente o que pretende: ter bola, pressionar, reduzir o espaço do campo. E fazer isto numa cultura radicalmente distinta não é para qualquer um. Para mim, Guardiola é o melhor treinador do mundo».

escrito por João Saro às 17:33
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Setembro de 2013

Como é o primeiro-ministro, passa.

Salazar a rir-se.

 

Como é o primeiro-ministro isto passa sem ser um escândalo, o que é um bocado assustador porque está em causa um direito. Devem existir mil e uma leis retrógadas acerca deste assunto que vai confundir tudo, mas este caso está mal pelo princípio - um político não poder dar entrevistas em período de eleições, ainda por cima alheias - e piora quando não é aplicado a todos os intervenientes - ainda esta semana, António José Seguro falou sozinho num programa da TVI24.

 

A campanha oficialmente começa a 16 de Setembro, a Comissão Nacional de Eleições decidiu que o que conta é a data da marcação de eleições. Entre 3 a 4 meses, a política devia ficar em suspenso segundo esta.

 

Abusiva interpretação da minha parte? Eis as declarações do seu presidente sobre publicidade no Facebook:

 

"ideia é evitar pura e simplesmente que os candidatos façam propaganda de si próprios, das suas características ou potencialidades para ocupar os cargos a que se propõem"


Mas o que é isto? A CNE enloqueceu de vez. O discurso anti-política apoderou-se da Comissão Nacional de Eleições. Nada mais perigoso sendo a que coordena as eleições.

tags: ,
escrito por João Saro às 16:53
link do post | comentar | favorito

Mais sobre quem digo que sou

Pesquisar neste blog

Links

Posts recentes

AD.dicts

Os bustos

Adopção = Sexo

O Benfica joga no domingo

O balde de gelo

Buraco Negro

Médio Oriente: a solução!

"We need to talk about Is...

4th July - Made in...

Cenas épicas

Arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Escritório

Bloco de notas

subscrever feeds