Terça-feira, 25 de Junho de 2013

Paulo Portas

 

Nota-se a sua inteligência acima da média e a sua capacidade de análise na política, sobretudo a nível ideológico. Assertivo quanto a Cavaco (mas.. mas...), já nem tanto em relação a Salazar (análise um bocado leviana com um toque de admiração assustadora). Nada de novo, e sempre considerei que tem muitas semelhanças, nas virtudes e nos defeitos políticos, com Francisco Louçã. Uma espécie de "servem para deputados, são muito mais inteligentes que a média que ali anda, mas vade retro com a ideia deles na governação".

 

O mais importante neste vídeo é mesmo a parte inicial em que demonstra o seu desprezo pelos partidos políticos (não declarando, fá-lo à política implicitamente). Regra nº1: desconfiar dos Medinas Carreiras da tv.

 

Para a rir, mesmo só a parte do liberal (mesmo na economia).

escrito por João Saro às 17:56
link do post | comentar | favorito

Mais sobre quem digo que sou

Pesquisar neste blog

Links

Posts recentes

AD.dicts

Os bustos

Adopção = Sexo

O Benfica joga no domingo

O balde de gelo

Buraco Negro

Médio Oriente: a solução!

"We need to talk about Is...

4th July - Made in...

Cenas épicas

Arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Escritório

Bloco de notas

subscrever feeds