Segunda-feira, 18 de Março de 2013

Promover turismo estrangeiro cá dentro?

 

Apanhei um artigo do Pedro Bidarra intitulado "O Turismo promove um país de criados" que teve vários impactos à medida que fui percebendo do que se tratava (confesso que ainda não sei se sei o que se trata mesmo).

 

O primeiro impacto foi de um banal anúncio a promover a hospitalidade dos portugueses. Independentemente de se gostar ou não do anúncio, parece-me natural e bem longe de educar um simples anúncio a promover uma das qualidades do nosso turismo. Já me preparava para um "olha lá está outro gajo a ver imposições por todo lado, quando é ele que quer impor uma moral ao seu gosto", confesso. O segundo impacto foi quando li que o anúncio se destina aos portugueses e já fiquei um bocado mais estupefacto. Para que se quer um anúncio para portugueses sobre o turismo estrangeiro e não interno?

 

Foi aqui que se deu um terceiro impacto em mim. Então, talvez o Bidarra e a corrente que ele gerou parece ter alguma razão. Portanto, este anúncio serve para dizer-nos que devemos ser muito amáveis com os estrangeiros? É isso?Não é que o conteúdo da sugestão tenha algum problema, mas eu não sou simpático com os estrangeiros por me vir um anúncio sugerir tal coisa. E acho mesmo um desperdício de dinheiro porque os portugueses não vão ser mais simpáticos pelo vídeo. Nós somos simpáticos (vá, no geral... que temos uns tantos antipáticos) pelas nossas características culturais.

 

Não nos digam para ser, nós somos. E só o devemos ser se nos apetecer. Se quiserem meter isso num anúncio, façam lá para fora.

 

Nota 1: Eu, por acaso, não tenho nenhum problema com a sugestão (em si) de dar-mos o corpo (literalmente) às visitas estrageiras, que parece estar implicito na campanha e que ajudou à indignação. Mas isso não é pelo turismo, ainda bem que ajuda, mas é mesmo porque os portugueses, como os outros povos, gostam de se enrolar com pessoas... e se for estrangeira, há um maior 'sex-appeal'. Agora, nisso, não me parece que tenhamos alguma vantagem competitiva com outros destinos (vá, talvez ganhemos se nos compararmos com as arábias).

 

Nota 2: Entretanto, o Turismo de Portugal já respondeu ao Pedro Bidarra. Acho que pouco acrescenta, mas aqui fica.

escrito por João Saro às 02:08
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Março de 2013

AD.dicts

 

Este é só um dos exemplos porque a Heineken está muito à frente em publicidade. Sem nunca se perder na mensagem (o principal), consegue quase todos os ingredientes necessários para um bom spot.

 

Enquanto só a Coca-Cola e poucas mais percebiam, há dois ou três anos atrás, que era possível fazer acções de marketing relacional com grandes marcas, a Heineken já se entretia a fazer estas "brincadeiras". É a diferença de quem vai à frente...

 

Continuo, no entanto, a adorar o que fazem nos registos tradicionais:

 

O mais conhecido
Um outro menos conhecido... a mensagem, a mesma.
escrito por João Saro às 03:07
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2012

Mais uma coca-colinha bem frescola...

escrito por João Saro às 18:06
link | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Setembro de 2012

Simplesmente genial

escrito por João Saro às 19:25
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 11 de Junho de 2012

Coisas geniais

escrito por João Saro às 00:08
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Junho de 2012

Veredícto sobre o jogo de abertura

Melhor painel publicitário

 

Carlsberg _ porque me pareceu o melhor. :)

 

Menção honrosa

 

Adidas _ simplicidade, gosto.

 

Mais do que uma menção honrosa

 

A quem decidiu (já vem da FIFA/Campeonato do Mundo 2010) mudar os paineis estáticos para os de ecrã com transições, mas sem permitir às marcas paineis animados. Manter o nível é necessário para uma estratégia de longo prazo e, nisso, os mundiais e os europeus são do melhor que há no futebol... obviamente, exceptuando a Liga dos Campeões, o topo do topo de como gerir a exposição dos patrocinadores.

 

Prémio lata

 

Canon _ a sério?

 

Prémio decepção

 

Coca-Cola _ demasiado simples... a verdadeira simplicidade não está no óbvio e também porque espero sempre mais de vocês.

 

Nota: para quando inovarem na cerimónia de abertura? A apresentação foi mais do mesmo.

escrito por João Saro às 18:59
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Novembro de 2011

Recrutamento original

Muito se fala do desemprego de hoje e de como é essencial teres um currículo e uma boa primeira impressão eficaz para sequer repararem em ti. No entanto, será que as empresas fazem o melhor recrutamento possível para os seus quadros pegando num currículo, olhando na diagonal e deitando-o fora?

 

A "Leo Burnett - Lisboa", uma agência criativa corporativa ou publicitária (não sei bem qual a designação correcta porque não tenho a certeza se resumem-se a publicidade), decidiu fazer algo diferente, embora o propósito nem parta do recrutamento em si, eventualmente será um fim desta iniciativa para o vencedor do "Queres ser director criativo por 3 dias?".

 

Aproveitando a ausência do actual Director Criativo da agência por 3 dias em Dezembro, decidiram lançar um concurso para recrutar uma pessoa para esse cargo durante 3 dias com direito ao escritório do próprio com vista para o Tejo, um lugar de estacionamento ao lado dos "chefes da casa" e almoços em restaurantes aparentemente requintados. Óbvio que o tipo não vai ser propriamente director de grande coisa, mas é uma experiência e parece provável que seja "despromovido" ao próprio departamento criativo passado 3 dias.

 

O concurso já acabou, mas a ideia do concurso é relativamente simples e deve ressaltar logo uma das qualidades que a empresa procura. Basicamente, tinham de fazer uma gravação de a contar história do filme que se segue para convencer um cliente:

 

Drama Queen ad
No meio dos "aplausos" no facebook da Leo, ainda ouvi uma crítica à iniciativa com um "Yah, querem um estagiário à pala durante 3 dias e depois é despromovido a moço de recados", mas... a sério? Um tipo consegue um emprego numa agência publicitária com reputação mundial e ainda é recebido durante 3 dias como um alto funcionário... isto é mau em que medida?
(aparte: o anúncio é muito bom :) )
escrito por João Saro às 02:00
link | comentar | favorito

Mais sobre quem digo que sou

Pesquisar neste blog

Links

Posts recentes

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

AD.dicts

Arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Escritório

Bloco de notas

subscrever feeds